*Boxart oficial do clássico Metroid Prime Hunters, lançado para o Nintendo DS em março de 2006.

Lançado em 20 de março de 2006, um dos primeiros jogos do portátil Nintendo DSMetroid Prime Hunters incluiu além da Campanha que remete ao clássico Metroid Prime (Nintendo GameCube), um modo Multiplayer muito refinado e bem trabalhado, permitindo que quatro jogadores mergulhem em partidas intensas ao redor do mundo.

Desenvolvido pela divisão Nintendo Software Technology, Metroid Prime Hunters padronizou o sistema de jogabilidade os futuros FPS para a plataforma por utilizar a caneta Stylus sobre a tela sensível ao toque, que conseguia reproduzir uma alavanca analógica com perfeição e de forma confortável.

 

 

 

 

 

 

 

 

Em uma entrevista recente com o game designer do jogo – RICHARD Vorodi disse que seria ótimo o Nintendo Switch receber um Remake do jogo. Em suas colocações, Vorodi pontua que o original já é perfeito do jeito que é, mas que também estaria interessado em ver como o título original poderia ser retrabalhado e como se encaixaria nos moldes dos jogos avançados do gênero.

O meu lado egoísta diria não – é perfeito do que jeito que é – [mas] é isso, não é o meu jogo, é o jogo do mundo. Na verdade, me sentiria incrivelmente lisonjeado; se houver um público para este jogo, se houver uma maneira de conduzi-lo ao século 21 ou ao mundo pós-pandêmico, seria ótimo! Seria ótimo ver esses caras em resolução total, seria ótimo ver o rabo de cavalo balançando… houveram tantos avanços. FPS teve o maior crescimento, mais do que qualquer outro gênero de jogo… seria inacreditável ver como esse jogo seria hoje. Então, sim, eu adoraria ver tudo isso”.

Entre outras coisas interessantes durante a entrevista, o game-designer mencionou que a Nintendo tem uma “Bíblia Metroid” com orientações detalhadas que eles fornecem aos desenvolvedores que planejam trabalhar com a franquia de Samus Aran. Em outras ocasiões, Vorodi também dá algumas dicas de como o caçador Weavel recebeu seu nome.

Assista o vídeo abaixo para apreciar a entrevista completa:

Por Cayo Eduardo. (Equipe BIG BOY GAMES)

Fonte: Nintendo EnthusiastNintendoLife