Quem tem filhos mais cedo ou mais tarde acaba se perguntando a mesma coisa: deixar as crianças jogando videogame é algo saudável para seu desenvolvimento? Essa é uma temática que tem muitas discussões à sua volta, principalmente relacionadas aos benefícios e malefícios dessa prática.

A verdade é que muitos de nós crescemos jogando videogame e hoje não vemos isso como prejudicial para os adultos que nos tornamos. No entanto, precisamos lembrar que os estímulos digitais que nossos filhos recebem são muito mais intensos, diferentes dos que recebíamos em nossa época.

Por esse motivo, a Big Boy Games criou esse guia que ajudará pais e mães a entenderem de uma vez por todas o que as crianças jogando videogame em casa podem tirar de benéfico para seu desenvolvimento, além de mostrar o que fazer para assegurar que o tempo de jogo seja positivo para os pequenos, veja só:

A idade certa para as crianças jogarem videogames

A introdução das crianças aos jogos de videogame deve acontecer somente após os 5 anos de idade. Antes disso, os profissionais pediatras, psicólogos e pedagogos apontam que os pequenos não têm o desenvolvimento completo para lidar com os controles dos jogos e as decisões a serem tomadas.

Hoje em dia, os pequenos nascem em plena era digital e parecem ter muito mais facilidade para lidar com a tecnologia. Alguns já seguram os smartphones dos pais para assistir vídeos, filmes e se divertirem com joguinhos muito cedo, antes mesmo de saírem das fraldas.

Ainda assim, mesmo sabendo que para eles dominar as tecnologias é algo natural, a exposição precoce a esses jogos pode causar um efeito negativo em sua infância. Com isso em mente, tente “dar uma segurada” e não introduzir seus pequenos ao videogame tão cedo.

Benefícios de deixar as crianças jogando videogame

Quando chegar a hora certa, a introdução dos pequenos aos videogames pode sim ser benéfica! Além de ser uma atividade muito divertida, jogar os jogos eletrônicos pode ter um papel positivo no desenvolvimento dos pequenos, veja só:

Videogames aumentam a atenção visual

Uma das principais habilidades desenvolvidas por quem joga videogames é a atenção visual. Afinal, sabemos que para alcançar os objetivos propostos pelos games, é necessário estar atento a tudo que a tela nos mostra e tomar decisões na hora certa.

Esse dado é comprovado por um estudo feito por psicólogos brasileiros que testaram dois grupos de adolescentes entre 10 e 16 anos em avaliações de seu grau de atenção. Ao final dos estudos, foi possível observar que o grupo formado por jogadores de videogames conseguiu um desempenho melhor, comparado aos jovens que não tinham contato com os jogos eletrônicos.

Maior facilidade na tomada de decisão

Ligado ao aumento de atenção, as crianças e adolescentes que possuem contatos com jogos de videogame também desenvolvem maior segurança e facilidade na tomada de decisões.

Essa é uma habilidade que pode ser importante em seu futuro, quando se tornarem adultos com grandes responsabilidades e precisarem tomar decisões em seu trabalho e sua vida pessoal para o bem de si e dos outros a sua volta.

Preparo para profissões digitais

No mercado atual, as chamadas profissões digitais são umas das mais promissoras. Dentre elas, podemos destacar as graduações de Design e Planejamento de Games e a de Jogos Digitais.

Deixar que seus filhos joguem videogame pode despertar desde cedo uma paixão que, futuramente, se torne sua profissão!

Estreitamento dos laços entre pais e filhos

Quem disse que os pequenos vão jogar sozinhos? Os pais e mães que curtem se divertir com os jogos eletrônicos também têm um lugarzinho reservado no sofá na hora de jogar.

É possível, inclusive, fazer dessa uma atividade da família, que servirá para aproximar os adultos e crianças em algo prazeroso e divertido. Aqui no blog já até fizemos um post com uma lista de jogos que são perfeitos para toda a família, que tal conferir?

Socialização dos pequenos

Com tantos jogos cooperativos disponíveis no mercado, os pequenos também poderão desenvolver suas habilidades de trabalhar em equipe enquanto se divertem e cumprem objetivos conjuntos.

Jogando com irmãos, primos e amigos, o videogame também se torna uma ferramenta de socialização das crianças, educando-as sobre como lidar com o outro.

Mas e aí, quanto tempo meu filho pode jogar videogame?

Para não deixar que os pequenos extrapolem nas horas de jogo, é primordial que os pais estabeleçam regras e limites. O recomendável é no máximo 1h por dia de segunda a sexta e 2h por dia nos finais de semana. Assim, os pequenos somam 9h semanais na frente do videogame.

É importante estar por perto e observar como seu filho reage aos jogos eletrônicos. Muitas vezes, eles podem acabar se frustrando e se estressando com fases difíceis de passar. Por isso, é essencial estabelecer limites e não deixar que se “afundem” em frustrações, passando horas a fio em um jogo.

Na hora de estabelecer as regras de uso do videogame, deixe as bem claras para as crianças e seja rigoroso em seu cumprimento – é para o bem delas!

Quais são os melhores jogos para crianças?

Os melhores jogos para as crianças são aqueles classificados como apropriados para sua faixa etária. Quem faz essa definição é o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificações (DEJUS) do Brasil que, inclusive, disponibiliza um portal de consulta que você pode pesquisar o nome de seus games e ver qual a sua classificação.

Em nosso país, as classificações dos jogos podem ser:

  • ER: especialmente recomendados para crianças e adolescentes;
  • L: livre para todos os públicos;
  • 10: recomendado para maiores de 10 anos;
  • 12: recomendado para maiores de 12 anos;
  • 14: recomendado para maiores de 14 anos;
  • 16: recomendado para maiores de 16 anos;
  • 18: recomendado para maiores de 18 anos.

Na hora de comprar, pais e mães podem conferir a classificação indicativa na capa dos games e, assim, se assegurar de que estão levando para casa algo apropriado para seus filhos.

Se precisa de ajuda com algumas ideias, o blog da Big Boy Games tem um post perfeito para te ajudar! Confira a nossa lista com os melhores jogos infantis para PS4, Nintendo Switch e Xbox One!

Agora que você já entendeu como deixar as crianças jogando videogame pode ser benéfico para seu desenvolvimento, pode mergulhar de cabeça nesse mundo de diversão com os pequenos dentro de casa!

Esperamos que este post tenha te ajudado a esclarecer as maiores dúvidas relacionadas ao assunto. Por fim, temos uma pergunta para você: e aí na sua casa, existe uma regra específica para a hora de jogar videogame? Conta pra gente nos comentários! Temos certeza que você poderá adicionar à nossa discussão.

Até mais!